Campanha veja-lave-seque: chaves para minimizar a propagação de EEI

A fauna e flora invasoras causam problemas graves no meio aquático. Estas espécies são uma ameaça séria para os ecossistemas e para a biodiversidade, têm impactos económicos significativos e podem constituir um problema para a saúde pública.

Combater a propagação de EEI

A campanha VEJA-LAVE-SEQUE tem três premissas-chave para minimizar a propagação de espécies exóticas invasoras: veja nos equipamentos se tem espécies invasoras e remova-as, lave os equipamentos para minimizar o risco de transporte de invasoras para outros locais e seque os equipamentos para evitar a sobrevivência das espécies invasoras.

Participe na campanha VEJA-LAVE-SEQUE do projeto LIFE INVASAQUA.

Utilize os recursos gratuitos que colocamos à sua disposição neste link, partilhe e divulgue.

Ajude a combater a propagação de invasoras: PARE A INVASÃO

Os materiais desta campanha::

ESPÉCIES INVASAQUA

ETIQUETA

DESPORTOS AQUATICOS POSTER

DESPORTOS AQUATICOS TRIPTICO

NAVEGAÇAO TRIPTICO

NAVEGAÇAO POSTER

PESCA DESPORTIVA TRIPTICO

PESCA DESPORTIVA POSTER

PESCA ESTUARIOS TRIPTICO

PESCA ESTUARIOS POSTER


Os materiais desta campanha: campanha também em espanhol


About LIFE17 GIE/ES/000515 Life Invasaqua of the EU.

Espécies exóticas invasoras de água doce e sistemas estuarinos: sensibilização e prevenção na Península Ibérica

Co-financiado pela UE no âmbito da iniciativa Life e coordenado pela Universidade de Múrcia, LIFE INVASAQUA visa contribuir para reduzir os impactos nocivos das ESPÉCIES EXÓTICAS INVASORASORAS (IEE) na biodiversidade, aumentando a sensibilização do público, aumentando a formação nos sectores envolvidos e criando ferramentas para um sistema eficaz de alerta rápido e resposta rápida (EWRRR) para gerir os seus impactos nos ecossistemas e estuários de água doce.

Life Invasaqua é coordenado pela Universidade de Múrcia com a participação de 8 parceiros:: EFEverde da Agencia EFE,  UICN-Med,  Museo de Ciencias Naturales-Centro Superior de Investigaciones Científicas,  Sociedad Ibérica de Ictiología (SIBIC),  Universidad de Navarra,  Universidad de Santiago de Compostela,  Universidad de Évora e Associaçao Portuguesa de Educaçao Ambiental (ASPEA)

@lifeinvasaqua

Tags:
, , ,