La consejería de Infraestructuras, Ordenación del Territorio y Medio Ambiente del Principado y la secretaría de Estado de Medio Ambiente han acordado impulsar una estrategia nacional para combatir la plaga del plumero de la pampa de forma coordinada con todas las comunidades afectadas. Para ello, el Grupo de Trabajo de Especies Exóticas Invasoras del ministerio elevará a la Comisión Estatal para el Patrimonio Natural y la Biodiversidad, que se reunirá este mismo mes, la necesidad de abordar esta lucha conjunta propuesta por Asturias y que se confía pueda culminar a lo largo del próximo año. En la imagen plumeros de la pampa en las inmediaciones de Oviedo. EFE/ José Luis Cereijido

Fundo Ambiental apoia combate à espécie invasora erva-das-pampas

Lisboa, 28 mai 2021.-  O Fundo Ambiental vai apoiar ações de controlo e erradicação da erva-das-pampas (‘Cortaderia selloana’), uma espécie invasora que ameaça habitats de interesse comunitário em áreas naturais protegidas, foi hoje anunciado.

O aviso hoje publicado é dirigido a comunidades intermunicipais, municípios, Instituições de Ensino Superior, centros de investigação e outras entidades públicas.

Está prevista a possibilidade, salienta uma informação do Ministério do Ambiente e Ação Climática, destes beneficiários consorciarem-se com os proprietários e agentes do setor privado e do setor empresarial do Estado, pessoas singulares ou coletivas, que detenham a seu cargo a gestão dos territórios onde os projetos serão desenvolvidos.

A dotação máxima para este aviso é de duzentos mil euros e a taxa máxima de cofinanciamento é de 85%, incidindo sobre o total das despesas elegíveis, com financiamento limitado a vinte mil euros por projeto, diz-se no comunicado.

As candidaturas, para Portugal continental, são aceites entre hoje e 20 de junho.

A erva-das-pampas é uma espécie invasora, originária da América do Sul, que coloniza margens de rios, estuários, falésias e charnecas costeiras.

Entre sábado e 06 de junho realiza-se a primeira Semana Ibérica sobre Espécies Invasoras, organizada por entidades portuguesas e espanholas.

Num comunicado divulgado esta semana sobre a iniciativa os responsáveis notam que em Portugal estão listadas mais de 300 espécies exóticas invasoras, entre plantas e animais. A erva-das-pampas é uma das espécies citadas.

FP

PT/ GUIA DAS ESPÉCIES EXÓTICAS E INVASORAS DOS RIOS, LAGOS E ESTUÁRIOS DA PENÍNSULA IBÉRICA

 


About LIFE17 GIE/ES/000515 Life Invasaqua of the EU.

Espécies exóticas invasoras de água doce e sistemas estuarinos: sensibilização e prevenção na Península Ibérica

Co-financiado pela UE no âmbito da iniciativa Life e coordenado pela Universidade de Múrcia, LIFE INVASAQUA visa contribuir para reduzir os impactos nocivos das ESPÉCIES EXÓTICAS INVASORASORAS (IEE) na biodiversidade, aumentando a sensibilização do público, aumentando a formação nos sectores envolvidos e criando ferramentas para um sistema eficaz de alerta rápido e resposta rápida (EWRRR) para gerir os seus impactos nos ecossistemas e estuários de água doce.

Life Invasaqua é coordenado pela Universidade de Múrcia com a participação de 8 parceiros:: EFEverde da Agencia EFE,  UICN-Med,  Museo de Ciencias Naturales-Centro Superior de Investigaciones Científicas,  Sociedad Ibérica de Ictiología (SIBIC),  Universidad de Navarra,  Universidad de Santiago de Compostela,  Universidad de Évora e Associaçao Portuguesa de Educaçao Ambiental (ASPEA)

@lifeinvasaqua