Primeiro guia de peixes de água doce e migradores de Portugal descreve as espécies exóticas presentes nos rios e albufeiras do país

This post is also available in: Español (Espanhol)

O primeiro Guia de Peixes de Água Doce e Migradores de Portugal Continental foi recentemente publicado pelas Edições Afrontamento, informou  o Museu Nacional de História Natural e da Ciência (Muhnac) da Universidade de Lisboa. 

Espécies exóticas

O livro descreve também as “espécies exóticas presentes nos rios e albufeiras nacionais”, incluindo mapas da sua distribuição no país, num total de “62 espécies”, acompanhadas de ilustrações científicas na forma de aguarelas originais da autoria de Cláudia Baeta e Pedro Salgado.

Trata-se de um guia com 292 páginas que resulta de um projecto coordenado por Maria João Collares-Pereira, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), e inclui a descrição de “todas as espécies nativas residentes, migradoras e visitantes marinhas conhecidas à data”, anunciou o museu em comunicado.

Filipe Riberio do projecto europeu LifeInvasaqua sobre espécies exóticas invasoras participou no livro.

“É uma ferramenta de elevado valor prático e científico para os que se interessam pelos temas abordados, incluindo pescadores lúdicos e desportivos, técnicos e gestores ambientais, professores e alunos, para além do público em geral”, descreveu a coordenadora da investigação.

Outros investigadores

O guia foi realizado em co-autoria com outros investigadores nacionais, nomeadamente Maria Judite Alves, Filipe Ribeiro, Isabel Domingos, Pedro Raposo de Almeida, Luís da Costa, Hugo Gante, Ana Filipa Filipe, Maria Ana Boim, Patrícia Marta Rodrigues e Maria de Filomena Magalhães.

 

PT/ GUIA DAS ESPÉCIES EXÓTICAS E INVASORAS DOS RIOS, LAGOS E ESTUÁRIOS DA PENÍNSULA IBÉRICA

 


About LIFE17 GIE/ES/000515 Life Invasaqua of the EU.

Espécies exóticas invasoras de água doce e sistemas estuarinos: sensibilização e prevenção na Península Ibérica

Co-financiado pela UE no âmbito da iniciativa Life e coordenado pela Universidade de Múrcia, LIFE INVASAQUA visa contribuir para reduzir os impactos nocivos das ESPÉCIES EXÓTICAS INVASORASORAS (IEE) na biodiversidade, aumentando a sensibilização do público, aumentando a formação nos sectores envolvidos e criando ferramentas para um sistema eficaz de alerta rápido e resposta rápida (EWRRR) para gerir os seus impactos nos ecossistemas e estuários de água doce.

Life Invasaqua é coordenado pela Universidade de Múrcia com a participação de 8 parceiros:: EFEverde da Agencia EFE,  UICN-Med,  Museo de Ciencias Naturales-Centro Superior de Investigaciones Científicas,  Sociedad Ibérica de Ictiología (SIBIC),  Universidad de Navarra,  Universidad de Santiago de Compostela,  Universidad de Évora e Associaçao Portuguesa de Educaçao Ambiental (ASPEA)

@lifeinvasaqua